O que é essencial em uma caminhada

Todo início de uma longa caminhada apresenta um passo fundamental, que nem sempre estamos atentos: avaliar o terreno! Nem sempre notamos, mas avaliamos se temos força o suficiente para erguer a perna, projeta-la para frente, enquanto o braço do lado oposto se desloca para equilibrar o corpo que despenca firmemente naquilo que chamamos de passo.

Pensando em um passo a ser dado rumo ao início de uma grande jornada solicito que fique atento ao estado presente. Esqueça por alguns instantes para onde ir, avalie seu corpo, note o que você já tem de recurso, o que você já possui. E ainda que algum pensamento intruso te diga que você não possui nada ou que é muito pouco, informe a você mesmo para deixar essa ideia passar, assim como ela chegou ela segue para outro lugar. Em um fluxo.

Aproveite para perceber que seus olhos estão saudáveis o suficiente para ler esse texto (ainda que tenha dificuldade), que seus ouvidos escutam vários sons, que seu coração bate e seu pulmão respira. Tudo isso de forma automática, sem ordem, sem instrução.

Aprenda a perceber que existem dezenas de coisas que estão ao nosso redor, automaticamente, nos passando informações essenciais, que nossa mente racional e crítica interpreta como julga mais adequado. Saia do julgamento agora e reflita: fui convidado a ficar em casa e desenvolver um grau de flexibilidade para lidar de uma forma diferente com a vida.

Vamos construindo uma corrente em torno dessa ideia e quem sabe possamos compreender tudo isso, não apenas com nossos cérebros, mas sobretudo com nossos corações.

Forte abraço,

A.B.

Que brilhe a nossa luz

2 comentários sobre “O que é essencial em uma caminhada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.