Sincronicidade na prática!

Existem coisas extremamente inusitadas que me acontecem como uma forma de lembrar o quão forte são os encontros de diversos caminhos de diversas pessoas que de alguma forma estão entrelaçados ao nosso.

Vez ou outra imagino que estamos em esteiras e de alguma forma podemos mudar alguns elementos, mas com relação a outros somos apenas empurrados para a frente. Desenvolver a habilidade de perceber para onde estamos indo talvez seja mais importante do que ficar se esforçando para mudar de caminho.

Cheguei à Fortaleza para ministrar uma aula, e um senhor de mais de 60 anos me chamou a atenção. Foi um módulo muito produtivo, muitas reflexões teóricas e práticas. A tarde, no segundo dia recebi um grande presente.

Ele já havia me falado que era do Crato, e ele informou que tinha um reconhecimento para fazer sobre alguém da minha família, ele identificou pelo sobrenome. Então ele me contou que quando criança, quando ainda morava no Crato, a sua família vivenciou um problema com a casa que viviam, a cozinha caiu e teriam que sair da casa enquanto reformavam pois seria perigoso, logo ficariam na rua seus pais, ele e seus irmãos. Um conhecido do seu pai ofereceu uma casa para que eles ficassem, por um ano, sem pagar aluguel. Sua mãe sempre reforçava a ideia de agradecerem aquele benfeitor que carregava o sobrenome da minha família. Então perguntei onde era a casa, ele me informou que era a rua dos Cariris, surpreso informei o nome do meu avô: Manuel Brasil, ao qual ele recebeu com ânimo dizendo que era esse nome mesmo.

Precisava continuar a aula, não refleti muito sobre aquilo no momento.

No dia seguinte, enquanto almoçava sozinho percebi que grande presente a vida havia me reservado! 

Ouvir aquela história me levou a uma reconciliação com meu avô, aquilo me deu força. Sei que aquele comportamento está na minha história e sou muito grato por isso. Na ocasião meu avô e meu pai já haviam falecido, mas são momentos como esse que me confirmam que de fato há muito mais enigmas entre o céu e a terra do que julga minha vã filosofia. E me faz acreditar cada vez mais na sincronia de vários elementos, me colocando em uma posição de confiança e curiosidade para saber que surpresas esses caminhos me reservam no futuro!

Muita gratidão a todos e a tudo!

Que brilhe nossa luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.