Inspiração Practitioner

Quando buscamos o ar estamos agindo involuntariamente, é um exercício constante onde desligamos o racional e deixamos que o ar entre por nossas narinas, viaje até os nossos pulmões, e seja distribuído por nossa corrente sanguínea, trazendo para fora o gás que não é atrativo para o nosso sistema, o dióxido de carbono. Essa oxigenação da nossa corrente sanguínea é extremamente necessária e vital, um ato simples que se paralisado pode ser fatal.

É impossível impedi-lo, uma vez que se ficarmos sem respirar o nosso sistema nervoso central emitirá uma informação que contrairá o diafragma e os músculos intercostais nos obrigando a respirar.

A perfeição do nosso sistema orgânico beira a nossa incompreensão completa, imaginem a potencialidade do nosso sistema psíquico.

Observe a nomenclatura utilizada para definir o ato que citei acima: INSPIRAÇÃO.

Inspirar é portanto o ato de recolher o oxigênio do ar e distribuir por nossa corrente sanguínea, de uma forma involuntária, inconsciente e impossível de interromper.

Inspirar também é o ato de despertar um estado emocional no outro, inspirar-se despertar esse estado em si mesmo. Inspiração é o que poetas, cantores, autores e pessoas comuns vivem ao expressar seus talentos ou sua forma de ser.

Inspiração é o que muitos procuram (ou precisam) para trabalhar, estudar, se relacionar e fazer outras tantas atividades diárias que poderiam ser muito mais saborosas. Inspiração é o que falta na depressão, no cansaço, na tristeza, na frustração e em outras tantas mazelas vivenciadas por nós, seres humanos falíveis que somos.

Mas perceba que curiosidade, inspirar é um ato involuntário e inconsciente que é impossível lutar contra ele.

A inspiração é nativa de cada um de nós, óbvio que determinadas coisas e pessoas nos inspiram em maior ou menor grau, mas o fato externo as vezes é tão irrelevante que não acreditamos que algo tão simples possa ser cantado, escrito, filmado ou vivido.

O olhar para as coisas simples do nosso dia-a-dia é o que nos falta para nos libertar de tantas algemas que nos prendem a ausência de inspiração. E dentro de cada um, lá no fundo uma sensação íntima emite um sinal para você contrair algo em si e se movimentar, no seu cerne você sente essa força pulsando e te dizendo: respire, respire, inspire, deixe o oxigênio entrar, não aguento tanto gás carbônico… não aguento mais essa situação, não aguento mais essa ausência de algo vital que me ajude a funcionar.

A Programação Neurolinguística Sistêmica (PNL) nos dá esse olhar, nos ensina a autorizar o nosso sistema interno a funcionar tranquilamente, de uma maneira saudável, inteira e involuntária. O que a PNL promove é um olhar para dentro de si, para ouvir essa parte que te implora que mande oxigênio para ela… a PNL te ensina a perceber o contexto e inspirar, mesmo que o muro seja maior do que seus braços, mesmo que você tenha que estar ali do outro lado em pouco tempo, a PNL te ajuda a deixar o seu sistema interno te apresentar soluções e não empecilhos, respirar mais forte e mais rápido é sempre uma possibilidade quando vamos nos esforçar.

Tudo que nossa mente quer é relaxar, acordamos de manhã cedo e vamos trabalhar para produzir e sermos úteis, depois de encontrar essa utilidade queremos adquirir coisas que nos deem conforto: carro, casa, cama, móveis… Em seguida usamos tudo isso, ao término do dia, ou ao término da vida, para relaxar, para descansar, relaxe. Lembre do John Lennon quando nos diz que “vida é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro.”

A PNL nos ajuda a nos manter presentes, atentos, principalmente a nós mesmos, focados. E enquanto nossos pulmões se enchem e se esvaziam, enquanto nosso coração pulsa, enquanto nossa vida se estica e se contrai pensemos no ato de inspirar e inspirar-se, lembremos que basta ouvir a voz que um dia silenciamos, talvez aquela voz, daquela criança que sonhava com tantas conquistas, que vivia em mundo tão colorido, que observava as flores e os animais, que sabia até para onde iam as formigas do seu quintal, que mantinha o involuntário e inconsciente ativo e vívido.

Conhecedor destes eventos és tu, e agora o que conhecer para a eventualidade do ser?

Sejamos, cada dia mais tranquilos com o que somos, e nos preparando para um dia nos tornarmos tudo aquilo que podemos ser.

4 comentários sobre “Inspiração Practitioner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.